Like us on Facebook

Sunday, August 16, 2009

O Supra-Sumo da I-nação

Na América Latina, um povo peculiar se desenvolveu PLACIDAS – Povo Letárgico ao Caminho Inexóravel da Alegria Subjetiva.

Bem-vindo ao Brasil e conheça o PLACIDAS. Não confunda com as famosas margens do Ipiranga. Essas são utópicas, mas o PLACIDAS é bem real e tem um história de 500 anos legada por Pero Vaz em sua carta ao El Rey de Portugal.

O PLACIDAS hoje não mais reage, obedece e faz. Nunca reagiu. Sofre quieto. Ousa reclamar, mas não é ouvido. Enfim, está quase perdido. Sim, poderia fazer melhor, mas não quer. Prefere receber sem se levantar.
Use e abuse de suas verdinhas mas deixe as crianças em paz. Compre até desmaiar. Relaxe e goze e sinta o tempo passar.

Nos jornais, Malufs, Barbalhos, Estevãos e Lalaus assustam só com o olhar (05/09/01). É claro, o PLACIDAS não parece se importar.

Venha e traga a sua empresa, maquie produtos e depois veicule nota em jornal: “não diminui o peso, diminui o preço, por favor”.

O PLACIDAS, é claro, nem um piu. Ah, sim, as donas de casa da televisão. Elas, meu filho, são apenas ilusão.

O PLACIDAS, parece-me, agora está a despertar, e no dia da independência a se perguntar: independência do quê? Nada, concluí-se. Afinal, foi tudo vendido, até sua alma pertence ao além-mar.

No comments:

Post a Comment